segunda-feira, fevereiro 25

CORPO DE DELITO


Paula Rego «Dancing Ostriches» triptych, 1995
(pastel on paper mounted on aluminium)
*
*
CORPO DE DELITO

AS MÃOS E A ROSA

(Relatório)

Na madrugada pardacenta
entre armações veleiras
no cais dos pescadores
era ainda o horizonte
coalhado de vagalumes

a Polícia Geral
surpreendeu
a existência clandestina
temerária
para mais parecendo apetecida
de duas mãos e uma rosa

Estes objectos
se passam a descrever:

Rosa sem qualificação particular
entre rosa e vermelho
pétalas semi-abertas
como a boca da detida
a quem pertencia uma das mãos em questão
A outra mão sombria
de pêlos lavrada
e veias atravessada
pertencia ao cidadão
por quem naquele instante
a detida era abraçada

As mãos possuíam a rosa
A rosa era possuída
As mãos mutuamente
possuíam as mãos
E cada pessoa
depois na prisão
se declarou possuidor
da mão que possuía a outra mão
que possuía a rosa

E cada um deles
com grande arrogância
se declarou possuidor
da pessoa do outro
no mesmo teor

em que o eram da rosa
através dum fenómeno
a que chamaram amor

Detiveram-se os três objectos
mas não havendo instrumento
para separar as mãos
dos corpos respectivos
prenderam-se os corpos também
e ainda bem
pois possuindo-se
mutuamente segundo a declaração
bem é que fiquem na prisão

pois todas estas posses
− tanta posse tanta posse −
se verificaram à margem
da Teoria da Tributação

****** Eu José Calcador
****** da Polícia Geral
****** de Sua Majestade Solar
****** El-Rei D. Nabucodonosor

(Carlos Wallenstein)


in «Teoria da Tributação» Poemas, 1966

Etiquetas: ,

2 Comentários:

Blogger Mar Arável disse...

UM BELO SERVIÇO À POESIA

26 de fevereiro de 2008 às 00:39  
Blogger Bel disse...

Poesia e Pintura que conjugação.
Uma beleza, sentimentos colocados em papel para toda a humanidade.

Parabéns Paula Rego enfim o teu sucesso chegou. Mais vale tarde que nunca


Uivando (Baying) de Paula Rego da série Mulher-Cão
Obra arrematada este mês por 558 100 libras -740 mil euros- um valor recorde no leilão da Sotheby's, em Londres. A obra de arte mais cara de um artista português vendida na últimos dez anos no circuito internacional de arte.
Fevereiro 2008

29 de fevereiro de 2008 às 16:00  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial