sábado, janeiro 26

Quando cheguei a casa ...


Salvador Dali «The Little Theater» 1934, wood and glass, painted

*
Quando cheguei a casa o meu porco Rosalina
estava a escrever à máquina. Fiquei num grande
estado de perplexidade e por isso perguntei o que
estás aí a fazer. Sem erguer a cabeça Rosalina
apontou com o chispe para o papel convidando-me a
ler. A folha estava em branco porque Rosalina tinha
retirado a fita da máquina para a enrolar na sua
encaracolada cauda que nesse momento agitava com
prazer. Rosalina foi sempre o que me impeliu ao
mergulho na metafísica. Por isso sem dizer nada
dirigi-me para a cozinha. Abri a gaveta dos talhe-
res. Tirei a grande faca do estojo do trinchante.
Acendi o lume e pus a grelha a aquecer. Dirigi-me
de novo para o escritório onde Rosalina escrevia à
máquina. Cortei-lhe algumas febras do lombo. O
suficiente para uma bela refeição. Cortei também
um pedaço de fita para enfeitar a travessa.

(Ana Hatherly)

in «39 Tisanas», 1969

Etiquetas: ,

1 Comentários:

Blogger Mar Arável disse...

um trabalho de divulgação

impecável

1 de fevereiro de 2008 às 00:01  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial