domingo, dezembro 7

mil poemas sobre Brasília


Eduardo Souto de Moura e Ângelo de Sousa
- 11ª Exposição Internacional de Arquitectura
Pavilhão Português
La Biennale di Venezia 2008 -


mil poemas sobre Brasília

escrevo desta forma mil poemas

sobre brasília. o eixo largo antologia
meus sentimentos e eu sigo
baixo, só levantado por dentro
na alvura de Niemeyer que
revelou o lugar para o meu
irmão nascer

escrevo desta forma mil poemas
sobre Brasília. pássaro buscando
o povo, voando por toda a
beleza que sai à rua e eu sigo
baixo, só levantado pela
candura do meu irmão que
me traz identidade

ao monumento, que um
monumento é de fato o tamanho
verdadeiro do coração

e eu falo alto, tenho avenida
inteira um ataque tão
genuíno de paixão

(Valter Hugo Mãe) *
*
in «mil e setenta e um poemas», 2008 (Thesaurus Editora, Brasil)
*

Etiquetas: ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial